domingo, 31 de março de 2013

Obra no Convento do Desagravo aprovada

Esta notícia saiu no Jornal Público de 28 de Março passado. é mais um passo na caminhada (demasiado) longa para os alunos das EB1 do Agrupamento de Escolas Gil Vicente terem instalações dignas, em particular para os alunos da EB1 Marqueses de Távora, que continuam a ter aulas em monoblocos, e da EB1 Infanta D. Maria, que continuam na Junta de Freguesia de S. Vicente de Fora.

Por Inês Boaventura

«O executivo municipal aprovou ontem, por unanimidade, a conversão do antigo Convento do Desagravo do Santíssimo Sacramento, no Campo de Santa Clara, em escola básica e jardim-de-infância. Está em causa um investimento de cerca de 4,3 milhões de euros. O antigo convento vai ter capacidade para 400 crianças do ensino básico e 75 do jardim de infância, além de cozinha, refeitório, ginásio, biblioteca e salas de audiovisuais, informática, música, expressão plástica, exposições e expressão dramática, entre outras. O vereador Manuel Salgado explicou que o imóvel foi cedido pela Estamo (imobiliária de capitais públicos) à autarquia em contrapartida da aprovação de operações urbanísticas que o Estado pretende concretizar. Também aprovada, com os votos contra do PSD e do CDS e a abstenção do PCP, foi a proposta que previa a aquisição, por mais de 1,1 milhões de euros, de equipamentos para o Cineteatro Capitólio. Ruben de Carvalho, do PCP, manifestou-se preocupado com a “instabilidade relativamente à situação jurídica” do Parque Mayer, mas também por “não se vislumbrar qualquer esforço para a criação de um dispositivo de coordenação dos equipamentos culturais” da cidade. Ontem de manhã, durante uma iniciativa realizada no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Teatro, António Costa anunciou que a requalificação do Teatro Variedades, também no Parque Mayer, vai começar “este ano”.»

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.