terça-feira, 24 de setembro de 2013

Convento do Desagravo - obras em andamento

A prometida Escola Básica no Convento do Desagravo vai-se tornar uma realidade. Hoje, os responsáveis da Câmara Municipal de Lisboa apresentaram o projecto, no local, à Direcção do Agrupamento e à APEEGIL. E a verdade é que as obras já estão a decorrer.

Resumindo, o projecto contempla o seguinte:

EB1 com 16 salas, para os 400 alunos actualmente nas EB1 do Agrupamento Gil Vicente: Marqueses de Távora, Infanta D. Maria, Convento do Salvador, Madalena, e Sé. Só a EB1 do Castelo permanecerá nas instalações actuais.

Jardim de Infância com 3 salas para 75 alunos.

Está projectado também uma Creche, mas esta será feita numa segunda fase.

O projecto que está a ser construído contempla ainda:
- Biblioteca
- Sala polivalente audiovisual/anfiteatro
- Sala de música
- Sala de expressão plástica
- Sala de expressão dramática
- Sala de informática
- Ginásio
- Cozinha para confecção no local
- Refeitório

Salientamos a cozinha, que deverá permitir uma alimentação de maior qualidade.

A EB1 e o Jardim de Infância terão entradas por portas distintas.

As acessibilidades estão asseguradas, com rampas e elevadores.

A Escola terá um pátio interior coberto com 316 m2, e um pátio exterior com 820 m2. Existe ainda um claustro que servirá como área de convívio para os alunos (mas não de recreio), com 215 m2 de área coberta e 157 m2 de área descoberta. O Jardim de Infância terá um pátio descoberto com 204 m2.

Esta é, certamente, a solução por que tanto ansiávamos. Faz cerca de 10 anos que os alunos das EB1 Marqueses de Távora e Infanta D. Maria estão sem instalações próprias, abrigadas em instalações "temporárias". As restantes EB1 do Agrupamento Gil Vicente, com excepção da EB1 do Castelo, também estão em edifícios adaptados, que não são nem deveriam poder ser escolas.

Se não houver imprevistos, as obras deverão demorar cerca de um ano. A nova Escola deverá abrir no início do próximo ano lectivo, ou , com alguns atrasos, no decorrer deste.

Agradecemos a todos os responsáveis que trabalharam e trabalham para que isto se torne uma realidade!

E, ninguém nos pergunta, mas se nos perguntassem, diríamos que gostávamos que na nova Escola houvesse uma sala, por ex. a biblioteca, chamada "Biblioteca Miguel Cruz", em memória de quem tanto lutou por isto, e que infelizmente não chegou a ver tornado realidade.

Projecto:




Claustro:




Páteo interior:



Ginásio:


Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.