quinta-feira, 14 de novembro de 2013

EB1 Infanta D. Maria: resposta da Câmara Municipal de Lisboa

A APEEGIL recebeu ontem resposta da Câmara Municipal de Lisboa ao nosso pedido de ajuda na resolução do problema da EB1 Infanta D. Maria, que já fechou uma vez por falta de funcionários e irá voltar a fechar sempre que houver alguma funcionária de baixa ou ausente. Notamos que vão a breve trecho entrar de baixa prolongada duas auxiliares do Agrupamento, e a situação, já de si má, vai-se tornar insustentável.

A Vereadora com o Pelouro da  Educação, Dra.Graça Fonseca, disse-nos:


- A responsabilidade pela colocação de assistentes operacionais e garantia do seu rácio nas EB da rede pública é do Ministério da Educação e Ciência (MEC);

- A CML tem mantido uma estreita relação com o órgão de gestão, e em parceira, na gestão das duas auxiliares da CML que permaneciam na EB Marqueses de Távora, uma delas foi para a EB da Sé para que esta não encerasse;

- A CML na EB n.º 4 (Infanta D. Maria), em parceria com o CAF reforça o apoio à vigilância dos recreios à hora do almoço;

- A CML, presentemente, não tem pessoal auxiliar para ser deslocado para a EB n.º 4 (Infanta D. Maria) nem mesmo através de Contratos Emprego-Inserção, situação que estamos empenhados em minorar no mais curto prazo.

E concluiu que é a Direcção do Agrupamento que tem que encontrar "a solução possível", e que a EB1 do Convento do Desagravo (que está a ser construída pela CML) irá contribuir (e muito, diz a APEEGIL) para a solução do problema.

Notamos que ainda temos que esperar um ano ou mais pelo Convento do Desagravo; e que no Agrupamento, com a falta brutal de auxiliares, não há solução possível nem impossível, já só resta fechar EB1s (a Infanta D. Maria e as outras).


Claramente este já não é um problema da EB1 Infanta D. Maria, mas de todas as EB1 do Agrupamento. Os pais e mães das EB1 do Castelo, Sé, Madalena, Marqueses de Távora, e do Convento do Salvador, que acham que as "suas" escolas não correm o risco de fechar, desenganem-se - correm mesmo, e a breve trecho.

A APEEGIL vai entregar o abaixo-assinado dos pais e mães da Infanta D. Maria a quem de direito (Ministério, na DSRLVT, com cópia para a CML e Junta de Freguesia), mas isto é só o princípio, e vai piorar!

Os encarregados de educação de todas as EB1 do Agrupamento têm que se unir, porque isto vai tocar a todos! Apelamos a que todos compareçam na Assembleia Geral de Pais da próxima 3ª feira na Gil Vicente!

1 comentário:

  1. Hora aí está a solução! fechar as escolas EB1s, a julgar pela quantidade de pais que comentam aqui no blogue e no facebook, está-se mesmo no que isto vai dar!!!... Pais, ACORDEM!!!!

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.